Implantar um software ERP com NFC-e tem inúmeros desafios. Um deles é definir qual melhor arquitetura para o cliente final (estabelecimento comercial), que normalmente possui uma pluralidade de necessidades que complicam a vida do desenvolvedor.

Para falar de arquitetura, vamos entender o relacionamento entre usuário e desenvolvedor de ERP na hora de entregar a melhor solução SaaS. Listamos nesse post as três principais objeções que são colocadas pelos comerciantes na hora de instalar um software de gestão em seu varejo que tenha arquitetura baseada em nuvem.

Vale lembrar que a TSDN é um ambiente aberto, então se você encontrou outras objeções poste nos comentários para ficar registrado em nosso blog.

Atualmente, com o objetivo de redução de custos, muitas empresas desenvolvedoras de software tem oferecido aos clientes o modelo SaaS (Software as a Service) baseado em uma arquitetura em nuvem, que é totalmente escalável e tende a trazer um resultado melhor financeiramente, pois reduz drasticamente o esforço com manutenção, instalação e suporte tanto para o usuário quanto para o fornecedor.

Entretanto, nem sempre é possível que esta abordagem seja aceita pelo cliente, que ainda apresenta objeções:

 

Privacidade

Um dos argumentos que justifica esta restrição é a privacidade, pois as soluções baseadas em nuvem normalmente não possuem instalação em servidor local e centralizam o banco de dados em internet, onde no caso de um sistema comercial ou ERP, muitos não gostariam de hospedar todas as suas operações de venda num servidor “externo”.

 

Autonomia do PDV

Outra preocupação, em relação ao modelo SaaS é a autonomia dos pontos de venda, que pode deixar de transmitir documentos caso entre em contingência. Em uma situação onde o usuário tenha que operar as vendas exclusivamente na nuvem, a operação de vendas pode ser comprometida em situações de instabilidade, o que pode gerar um impacto financeiro enorme para o estabelecimento comercial.

 

Certificado Digital

Em relação ao certificado digital, algumas empresas tem em sua política de segurança a não instalação no no ponto de venda, o colocando em uma central autorizadora. Já para uma empresa de pequeno porte, e que realiza todas as operações de um único terminal, ter o certificado instalado nesta máquina é algo normal.

 

Estes são apenas alguns aspectos que devem ser levados em consideração, pois na verdade, quem vai ajudar a definir qual a melhor arquitetura é o próprio cliente, que deve ter sua necessidade atendida pelo software ERP. Este por sua vez, precisa contar com um sistema de mensageria de NFC-e que se adeque a qualquer um dos cenários buscando satisfazer os clientes.

Neste sentido, a Tecnospeed possui mais de 800 empresas parceiras desenvolvedoras de software que alcançam juntas mais de 120 mil empresas emissoras de NF-e que já confiam no nosso sistema. O Componente NFC-e e o Manager E-doc são preparados para atender as mais diversas arquiteturas e métodos tranquilizando a vida do desenvolvedor de software que pode se concentrar em outras atividades de maior valor.

Veja mais detalhes sobre os produtos Tecnospeed: