Um dos estados que já estava com seu calendário de obrigatoriedade em vigência teve sua ultima data postergada para 2015. O Mato Grosso, que foi um dos pioneiros em colocar como obrigação para os contribuintes a emissão da NFC-e, divulgou um Drecreto criando um novo prazo para que as empresas possam se adequar a nota fiscal do consumidor eletrônica.

Atualmente, estava previsto para que "contribuintes com faturamento no exercício anterior inferior a R$ 120 mil ou que, em início de atividade, tenha expectativa de faturamento médio mensal inferior a R$ 10 mil" fossem obrigados a estarem no dia 01 de novembro obrigados a emissão da NFC-e. Porém, a partir do Decreto nº 2.581/2014, a nova data passa a ser 01 de março de 2015 para as empresas que se enquadraem na descrição. 

As empresas que já possuem ECF podem continuar utilizando até fevereiro, inclusive de forma concomitante com a NFC-e. Porém, não serão mais disponibilizados lacres para novos Emissores de cupom Fiscal, sendo que esses que já estão no mercado deverão ser inutilizados a partir de 01 de março de 2015.   

Até 12 de dezembro, os contribuintes poderão regularizar as operações não acobertadas por nota emitindo as respectivas NFC-es, inclusive aquelas que foram enviadas em ambiente de homologação.