O Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos ( MDF-e ), documento que veio para substituir a Capa de Lote Eletrônica (CL-e) e o Manifesto de Cargas (modelo 25), iniciou o calendário de obrigatoriedades em Janeiro, já começando por contribuintes do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) do modal rodoviário, das empresas relacionadas no Anexo Único ao Ajuste SINIEF 09/07, do modal aéreo e do modal ferroviário.

Calendário de obrigatoriedade MDF-e

É interessante frisar que o calendário de obrigatoriedades do Conhecimento de Transporte Eletrônico ( CT-e ) acaba de ser finalizado. Em dezembro a última leva de contribuintes foi obrigada a emitir o documento fiscal eletrônico e, agora em janeiro, já se iniciou outra obrigatoriedade para estes mesmos contribuintes: o MDF-e. 

Com abrangência, também, às empresas que possuem transporte próprio e que realizam este transporte por meio de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), o prazo para adequação ao MDF-e é até 3 de fevereiro para os que não são optantes do regime do Simples Nacional. Vale a pena ficar atento aos prazos e benefícios que o MDF-e pode garantir às empresas.

TecnoSpeed TI

"Mais software, menos esforço."