Inovação

Na última semana, os principais meios de comunicação anunciaram que a presidente Dilma Rousseff deve divulgar, até o final de fevereiro, um conjunto de medidas, que inclui uma linha de crédito subsidiado de quase R$ 30 bilhões para incentivo à pesquisa e inovação . Serão seis setores que receberão o incentivo, que deve estar aberto até o fim de 2014. Entre esses setores, que terão acesso prioritário à verba, está a Tecnologia da Informação (TI).

Mas você sabe o que é inovar?

Segundo o dicionário, inovação é a “introdução de alguma novidade na legislação, nos costumes, na ciência, nas artes”. Quando pensamos em inovação na área de TI, de primeira pensamos nas ferramentas de socialização virtual, como o Facebook, grande inovação dessa geração. E como saber o que, potencialmente, é inovador e capaz de mudar a cultura das pessoas?

Antes de começar a falar de inovação dentro da área de TI, é importante salientar que inovação não é o mesmo que invenção, mesmo que ambos tenham a ação de mudar paradigmas. Quem inventa é o primeiro a introduzir a ideia no mercado. Inova quem pega a ideia já existente e a torna nova, trazendo novidades. Ou seja, não é necessário procurar soluções ocultas ou pensar em algo novo, que ninguém nunca pensou, é tornar algo melhor do que já é.

A área de TI é uma das mais ricas para se pensar em inovação. O que é preciso é um pensamento analítico e crítico diante de um produto já existente, que permita agregar novidades que gerem benefícios ao consumidor, além de permitir que seja analisado o que funciona mal ou não funciona no produto já existente, que pode ser consertado ou atualizado para um novo produto.

Com o incentivo do governo, este é um bom momento para começar a desengavetar projetos e estimular pensamentos criativos e inovadores dentro da empresa, acerca de produtos e serviços. Assim, a possibilidade de “abocanhar” uma fatia dos R$ 30 bi que serão destinados à pesquisa e inovação aumenta consideravelmente.

Alguns pontos importantes para estimular e pensar em inovação:

  • Use a técnica de geração de ideias com sua equipe, fazendo brainstorming;
  • Identifique prós e contras sobre as novas ideias;
  • Resolva os contras;
  • Crie um plano de ação. Distribua as tarefas, identifique os recursos necessários e estabelece prazos para o processo de mudança;
  • A inovação em si deve ter um propósito sólido, que vá provocar mudanças positivas na vida das pessoas.

TecnoSpeed TI

"Mais software, menos esforço."