Alguns desenvolvedores optam por utilizar Linux para desenvolver seus softwares. Essa decisão é feita com base em inúmeras vantagens, como o fato de ser personalizável, a possibilidade de customizar ambientes isolados para desenvolvimento de cada aplicação, ferramentas de desenvolvimento exclusivas, o terminal e, claro, o fato de ser gratuito.

O problema é que...

Nem todos os desenvolvedores que gostam do ambiente Linux se dão ao “luxo” de utilizá-lo. Isso devido ao conhecido problema de compatibilidade das aplicações nativas do Linux com a infraestrutura da grande maioria dos clientes, sendo estes, geralmente, usuários casuais de Windows e leigos em relação à quaisquer outros sistemas operacionais.

Essa liberdade para programar onde e como quiser é quase que exclusiva dos desenvolvedores web, cujas preocupações com compatibilidade se restringem à navegadores e alguns plugins. Tendo seu software acessado pelo browser do cliente ou através de um aplicativo mobile, o ambiente no qual o sistema foi desenvolvido se torna bem menos relevante.

 

Acompanhando a tendência

A forma de comercializar seu software como um serviço e não como um produto, conhecida como SaaS (Software as a Service), é uma tendência poderosa no mercado de TI. A liberdade em relação à plataformas citada acima é apenas um dos pontos fortes dos sistemas web. E se você é um desenvolvedor web, integrar uma ferramenta para gestão de documentos fiscais eletrônicos que prenda seu software à um sistema operacional específico pode significar a perda de toda a liberdade que você tem para desenvolver e que seu cliente tem para utilizar.

 

A Tecnospeed também tem SaaS

A TecnoSpeed se orgulha de estar na linha de frente em relação à novas tecnologias, e é claro que não deixaríamos esta tendência passar em branco.

Desenvolvemos a ferramenta Manager SaaS para emitir e gerenciar documentos fiscais eletrônicos como NF-e, NFS-e, NFC-e, CT-e, MDF-e, SAT CF-e e GNRE. Ao requisitar o serviço da nossa solução, o sistema operacional que você ou seu cliente utilizam - e até mesmo sua linguagem de programação - são irrelevantes. Isso porque ele fica hospedado em nosso próprio servidor e se comunica com sua aplicação através de requisições HTTP ou troca de arquivos em pasta, não sendo necessário instalar nada em sua infraestrutura ou na de seu cliente.

Por ser uma ferramenta totalmente em nuvem, o Manager SaaS automatiza também o deploy de atualizações de seu software entre seus clientes, não necessitando instruir e/ou visitar cada um deles. Eles nem notarão as mudanças bruscas na legislação fiscal e tributária: tudo vai simplesmente continuar funcionando, do jeito que eles querem, sem dor de cabeça pra ninguém.

 

    Windows, Linux, Mac, iOS, Android e tantos outros. (...) Continue lendo.