Equipe commerciale travaillant au bureau

Requisito fundamental para quem quer ser notado, admirado e conseguir uma carreira de sucesso dentro de uma empresa, a proatividade tem sido cada vez mais requisitada entre os recrutadores e gestores. Mas, afinal, o que é ser proativo? Segundo o dicionário, proativo é um adjetivo de quem “Pensa e age antecipadamente; que, por antecipação, adota medidas para evitar ou resolver problemas futuros”.

Apesar disso, proatividade não deve ser confundido com iniciativa. Segundo Leila Navarro, palestrante motivacional e comportamental,  empresária e presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano, em seu livro  O que a universidade não ensina e o mercado de trabalho exige , ser proativo significa que a pessoa tem senso de prontidão.

“Antes de participar de uma reunião, ela prevê os questionamentos que as pessoas poderão fazer e levanta as informações necessárias para respondê-los. Antes que o cliente ligue para reclamar que uma entrega está atrasada, ela o contata e renegocia o prazo. Antes que a chefia lhe pergunte sobre o andamento de um projeto, ela produz um relatório para colocá-la a par da situação”, explica a autora.

Portanto, ser proativo vai muito além de ter iniciativa. Para Thomas S. Bateman e J. Michael Crant, no livro  The proactive componente of organizational behavior , o proativo cria mudanças, além de antecipá-las. Ainda segundo os autores, o proativo tem a capacidade de influenciar seu ambiente de trabalho e também é flexível, a ponto de ser capaz de se adaptar a qualquer mudança. “Pessoas proativas identificam as oportunidades e agem sobre elas; mostram iniciativa; agem e perseveram até conseguirem mudanças siginificativas. Em contraste, pessoas que não têm essa personalidade, exibem os padrões opostos: não conseguem identificar ou aproveitar as oportunidades de mudar as coisas.”

“Prontidão, antecipação, perspicácia, senso de urgência, iniciativa, agilidade, responsabilidade e consistência estão implícitos no conceito de proatividade. Falta falar de mais um: comprometimento. Pois uma pessoa que tem todas essas características só pode mesmo ser profundamente comprometida com o que faz e com a empresa que trabalha, não é?”, complementa Leila Navarro.

Se você acha que não é uma pessoa proativa, mas deseja adquirir este perfil, preste atenção nas 10 dicas a seguir:

  1. Olhe suas responsabilidades e pergunte a si mesmo: Quais tarefas são regulares? Quais vêm em grande quantidade? Quais precisam de atenção assim que chegam?
  2. Faça uma análise de como executar as tarefas com mais eficiência. Crie um plano (ou rotina) para realizar a tarefa; distribua as atribuições, recrutando e instruindo outras pessoas para tarefas grandes ou urgentes; procure passos que possam ser eliminados ou reduzidos; colete todas as informações necessárias antes de iniciar o projeto.
  3. Antecipe os problemas e desenvolva soluções alternativas.
  4. Busque resolver os problemas, ao invés de deixá-los no projeto.
  5. Adiante o que é menos urgente e tarefas diárias.
  6. Saiba definir o que é prioritário.
  7. Elimine o que for desnecessário. Algumas coisas não precisam ser feitas ou não precisam ser feitas por você. Saiba delegar responsabilidades e não desperdice seu tempo em coisas que não são necessárias.
  8. Avalie o que realmente funciona e o que não funciona enquanto executa um processo ou procedimento.
  9. Tente antecipar as necessidades e o que você vai precisar saber realizando um planejamento do projeto.
  10. Pense de maneira criativa. Faça anotações, armazene ideias, coloque as ideias em ação, observe e absorva tudo o que acontece a sua volta, ao conversar com outra pessoa faça com que ela se sinta importante.

A proatividade é um exercício e uma habilidade que, além de modificar o modo como o profissional é visto dentro do ambiente de trabalho, ainda pode trazer benefícios na vida pessoal. O proativo toma responsabilidade pela sua vida e toma decisões baseando-se nos seus valores, desligando-se dos valores do ambiente a sua volta e da forma como foi criado.

TecnoSpeed TI

"Mais software, menos esforço."