Agora é pra valer: boletos não-registrados deixarão de existir em 2018 . A extinção total do modelo de cobrança sem registro ocorrerá no dia 22 de setembro, data que encerra o cronograma de implantação da Nova Plataforma de Cobrança da Febraban. 

 

Novo Cronograma de implantação do Boleto Registrado

De acordo com o novo cronograma, que substitui os prazos estabelecidos em 2017, a implantação e obrigatoriedade do uso de boletos registrados ocorrerá em quatro etapas:

  • 24 de março de 2018 : boletos no valor de R$ 800,00 ou superior;
  • 26 de maio de 2018 : boletos no valor de R$ 400,00 ou superior;
  • 21 de julho de 2018 : boletos no valor de R$ 0,01 ou superior;
  • 22 de setembro de 2018 : o restante, como boletos de cartão de crédito, de doações, entre outros.

 

Durante o ano de 2017, a Febraban tentou implantar a Nova Plataforma de Cobrança utilizando um cronograma parecido com este. No entanto, devido às diversas dificuldades práticas do boleto registrado que afetam principalmente os e-commerces, os prazos foram adiados. Com isso, bancos, desenvolvedores de software e usuários do boleto bancário ganharam tempo para encontrar soluções e reduzir os impactos da nova plataforma.

 

Como implementar o Boleto Registrado no seu software

Para amenizar estes impactos, a Tecnospeed disponibiliza uma solução para geração de boletos, de fácil integração e compatível com o novo modelo da Febraban, com diversos recursos, como:

  1. Padrão único de comunicação com TODOS os bancos
  2. Cobrança automática por e-mail e SMS
  3. Identificador de "boleto visualizado"
  4. Transmissão automática de remessa e retorno
  5. Personalização do layout
  6. Diversos formatos de impressão

 


Clique aqui  e conheça a Solução Boleto da TecnoSpeed!