Não é de hoje que temos alertado a nossa rede sobre as obrigatoriedades de emissão de documentos fiscais eletrônicos NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) , CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico)  e também o MDF-e (Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos) , pois a cada dia que passa, o fisco tem realizado mais ações com o intuito de inibir a sonegação fiscal.

Em Goiás, por exemplo, em apenas duas autuações realizadas no mesmo posto fiscal , o montante arrecadado foi de R$ 46.238,32, considerando multas e recolhimento dos impostos. O motivo das autuações foi justamente o trânsito das mercadorias sem a documentação fiscal obrigatória .

Já no Mato Grosso,  em operação realizada na Unidade Operacional de Fiscalização Flávio Gomes , na BR-364,  além da apreensão das mercadorias (Materiais de Construção), ainda foi lavrado o Termo de Apreensão e Depósito firmado em R$ 18,8 mil referente ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e multas.

Nos casos da NF-e e do CT-e, a maior parte das empresas já adequou tanto seus processos de faturamento, quanto seus sistemas para emitir tais documentos. Entretanto, grande parte destas mesmas empresas ainda não estão prontas para emitir o MDF-e, mesmo estando igualmente obrigadas. Deste modo, vale ressaltar que a não emissão do MDF-e, pode gerar as mesmas implicações legais para os envolvidos.

Fique atento a estas regulamentações para evitar transtornos com o fisco.