No dia 20 de setembro, no TecnoUpdate 2017 , foi oficializado o lançamento do Componente eSocial da TecnoSpeed.   Agora os desenvolvedores contam com uma ferramenta poderosa para facilitar a implementação do módulo eSocial em seus softwares.

"Como funciona?" 

É muito mais simples do que você imagina!

Existem duas formas de implementação: diretamente via API , através de requisições HTTPS, ou via OCX . A melhor opção é definida de acordo com a tecnologia que você utiliza. Na segunda opção, utilizaremos uma OCX que funciona como um client. Essa OCX conta com 4 métodos, sendo eles:

  • Geração do lote de eventos.
  • Assinatura do lote de eventos.
  • Envio do lote de eventos.
  • Consulta de protocolo para saber o resultado do processamento do lote.

 

Esse client, no momento do envio, fará uma requisição para a nossa API do eSocial e não para o Webservice. Por que fazemos isso?

Toda a parte de comunicação com o Webservice, envio e consulta, fica sob  nossa responsabilidade .  

É a API que vai cuidar do envio do lote, da sincronização desse lote, do tempo entre as tentativas de consulta (para que o Webservice não rejeite por consumo indevido) e, o mais importante: qualquer comunicação com Webservice que tenha erro (por uma instabilidade do mesmo) não será sentida pela sua aplicação. Uma vez que o WS apresente alguma instabilidade, a API vai enfileirar o processo, seja ele envio ou consulta, para executar posteriormente!

Ao consultar um lote totalmente processado, esse client vai devolver todas as informações que a aplicação precisa através de campos na interface.

Ao invés de ficar lendo o XML de retorno e navegar nele para descobrir se ocorreu um erro ou não, e qual o motivo no erro, basta fazer a chamada de um campo na nossa interface que devolvemos o erro devidamente tratado e explicado !

Clique no banner abaixo e conheça o  Componente eSocial!