No último dia 01 de Janeiro, a obrigatoriedade de emissão de Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e) passou a valer para postos de combustíveis e novas empresas no estado de Goiás. Apesar disso, na segunda quinzena de Dezembro o documento foi mais emitido do que a Nota Eletrônica  (NF-e) que já se encontra implantado em 100% das operações relativas a produtos entre empresas.

Os números mostram que apesar da obrigatoriedade recente, cerca de 4,4 mil empresas já se anteciparam à implantação do projeto e estão emitindo NFC-e de forma espontânea. A possibilidade de adesão voluntária  aos contribuintes de Goiás está disponível desde Junho de 2016 e é estendida para qualquer empresa que deseje passar a emitir o novo documento.

Na segunda quinzena de Dezembro foram 3,6 milhões de NFC-e emitidas frente às 3,2 milhões de NF-e no mesmo período. Ao todo, desde Junho o estado já soma mais de 14 milhões de notas emitidas e os números só vem aumentando já que com a recente obrigatoriedade cerca de 1,8 mil postos de combustíveis passaram a ser obrigados a emitir o novo modelo de nota do consumidor.

Calendário de obrigatoriedade

  • Julho de 2017 - Empresas não optantes pelo regime tributário Simples Nacional de qualquer porte.

  • Dezembro de 2017 - Encerrada a possibilidade de emissão de cupons pelo antigo sistema ECF.

  • Janeiro de 2018 - Empresas optantes pelo regime tributário Simples Nacional.