O ano mal começou e mais de 300 empresas já se cadastraram para emitir Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica no estado de Goiás. O projeto começou a ser implantado em Junho de 2016 e desde então já conta com mais de 4.700 empresas cadastradas para a emissão e cerca de 16 milhões de notas já foram emitidas desde o início do projeto. Destes 16 milhões, 2 milhões foram só nos 10 primeiros dias de 2017.

Vantagens

O projeto vem tendo grande aderência por parte das empresas (mesmo de forma voluntária) principalmente pelas vantagens oferecidas às empresas e consumidores.

Para as empresas a redução de custos é o principal fator, já que uma rede de supermercados, por exemplo, pode ter uma economia de até R$ 100.000,00 com a compra de equipamentos, já que as impressoras fiscais têm custo elevado e para a emissão de NFC-e é possível utilizar impressoras não fiscais, com valor muito mais em conta do que as anteriores.

Além da redução de custos para as empresas, a nova nota tem o objetivo de garantir compras mais seguras com a transmissão de dados para a Sefaz em tempo real e transparência para os consumidores que podem acessar o documento através da internet somente com o número da chave de acesso da nota.

Calendário de Obrigatoriedade

  • Janeiro de 2017 - Postos de combustíveis e empresas criadas a partir de 2017.

  • Julho de 2017 - Empresas não optantes pelo regime tributário Simples Nacional de qualquer porte.

  • Dezembro de 2017 - Encerrada a possibilidade de emissão de cupons pelo antigo sistema ECF.

  • Janeiro de 2018 - Empresas optantes pelo regime tributário Simples Nacional.