Um dos assuntos mais falados no ambiente de TI nos últimos anos é Cloud e serviços baseados em nuvem . Ouvia há algum tempo que em breve os videogames não teriam mais processadores gráficos internos, que você só precisaria de uma boa conexão e sua TV projetaria o que está sendo processado em outro lugar.

    Muita coisa nas tecnologias cloud evoluiram nos últimos dois ou cinco anos , e não foi só a Dropbox com os arquivos compartilhados. As tecnologias em nuvem permitem hoje uma grande interatividade nos serviços, facilidades que antes eram impossíveis de se fazer. Estamos em uma transição dos sistemas desktop para os web services, das negociações “cara-a-cara” para os cupons de desconto e dos “Human as a Service” (se assim posso dizer) para “Software as a Service”.

    E a gestão da empresa, ainda está no desktop? Sim, ainda está. Ainda há empresas na era da digitalização e poucas já em nuvem. Onde estamos então, que evangelizamos a adesão a tendências, enquanto a maioria ainda navega em tecnologias obsoletas? Traduzindo isso em números: a Microsoft levantou que aproximadamente 20% dos usuários estão usando Windows XP (que já possui 3 versões superioroes, se contar o Windows 8.1 como um upgrade). A pesquisa GEM Brasil (Global Enterpreneur Monitor) afirma que a grande maioria dos empreendedores brasileiros não utilizam tecnologias que surgiram a menos de 5 anos - o que mostra também a baixa capacidade de inovação dos empresários brasileiros.

Mas o que seria uma gestão baseada em tecnologias cloud?

O conceito de computação em nuvem é quando há uma infraestrutura baseada em internet capaz de interligar diferentes computadores e servidores gerenciando armazenamento de dados e processamento das informações, isso constrói uma plataforma capaz de se conectar com qualquer equipamento que tenha conexão com a internet. Ou seja, o usuário tem contato somente com uma interface onde manipula o serviço enquanto a conexão de dados realiza a ligação entre o usuário com a plataforma online. Exemplos de aplicações baseadas em nuvem: Dropbox , SalesForce , Redmine , Trello , Pipedrive , Zendesk , Conta Azul , Office 365 , Google for Business , iCloud , entre outros.

    Quando aliada da sua cultura organizacional e inserida corretamente na rotina das pessoas, a gestão baseada em Cloud traz inúmeros benefícios . Permite que os usuários estejam conectados a qualquer momento as informações, reduz custos de manutenção de servidores e licenças de software, promove a colaboração e integração entre as pessoas e também permite a integração de dados para uma melhor análise das informações.

    É um árduo trabalho convencer a massa de empresários que tecnologia é bom, inovação é obrigatório e não dá mais pra viver olhando para o passado. Mesmo não custando caro e com os resultados em mãos, ainda não é uma tarefa fácil.

    Ainda assim, o processo de implantação de novas tecnologias é custoso, pois altera processos, mexe com as pessoas e provoca mudança. Por mais que o resultado final positivo esteja claro para todos, mudar nunca é agradável para quem faz parte das operações.

     Estamos vivendo uma ascenção das tecnologias baseadas em cloud e ainda não chegamos em seu pico de maturidade, nós próximos anos veremos ela com maior presença nos serviços e modelos de negócios, o que só tende a nos trazer benefícios. Cabe agora as empresas decidirem se nessa maratona querem largar no pelotão da frente - que já largou - e dispararem ou ficarem presos na maioria que sempre precisam esperar alguns minutos após o início da corrida para darem os primeiros passos. Como sempre, os mais preparados e aptos para largar na frente, vencem.