SAT Fiscal

O SAT CFe é um dos projetos de documento fiscal eletrônico do consumidor, seu objetivo é automatizar a última parte do Projeto SPED do Governo Federal, que se refere ao documento fiscal do consumidor, ao mesmo tempo oferecendo uma redução de custos e esforço do contribuinte com obrigações acessórias sem que o procedimento perca em segurança para o fisco e a aplicação comercial.

O processo de emissão e o modelo de negócio são bem semelhantes ao da NFCe. A divergência é em relação a adição de um hardware no meio do caminho, que é o módulo de SAT Fiscal. Isso vem para garantir a segurança da emissão do CFe (Cupom Fiscal Eletrônico) e combater a sonegação de impostos estaduais.

Os contribuintes que atualmente emitem o Cupom Fiscal por meio do ECF, deve segundo a legislação, substituir os seus equipamentos de automação. Esse procedimento é feito trocando a impressora fiscal por uma não fiscal (a substituição na grande maioria das vezes compensa o processo de transformação que é feito pelos fornecedores) e adquirindo um módulo fiscal SAT que é semelhante a este da foto, conectado aos equipamentos de automação

O Módulo SAT

O equipamento SAT está sendo comercializado por diversas empresas de automação comercial. Para poder oferecer ao mercado, a fábrica de hardware precisa ser registrada na Secretaria da Fazenda de São Paulo e homologar o equipamento.

A sua estrutura interna possui um hardware de processamento de dados com capacidade de conectividade a rede e a um computador por meio de porta USB, que conecta o sistema ao sistema de automação comercial e a rede para o envio dos CFe.

Modelo Operacional

Confira a descrição do modelo operacional do SAT:

Comunicação com o hardware

A comunicação de dados entre os Aplicativos Comerciais e os equipamentos SAT CFe são realizados por meio de uma porta COM (via interface USB). Dessa forma, a comunicação com o equipamento não pode ser compartilhada em rede com outros computadores, a não ser que haja um software intermediário que permita tal operação.

Certificado digital

O certificado digital tem papel fundamental para garantir a autoria e a validade jurídica do documento fiscal.
Antes de iniciar as operações de venda no estabelecimento comercial com o equipamento SAT CFe, é necessário seguir passos de ativação e vinculaçõo, que passam pela utilização do certificado digital.
O Manual de orientação do SAT, especifica que o contribuinte pode optar pela utilização tanto do certificado SEFAZ (AC-SAT), quanto do certificado ICP Brasil, já utilizado hoje em outras operações, como a emissão de Nota Fiscal Eletrônica, entre outros.

Impressão

A impressão do CFe SAT deve seguir as regras impostas pela fisco paulista:

  • Utilização de impressora não fiscal

  • As informações presentes na impressão devem ser fornecidas pelo Aplicativo Fiscal

  • Assim como na NFCe, a sua impressão não é considerada um documento fiscal, sendo uma representação do arquivo digital que tem validade jurídica.

  • Pode ser impresso em formato completo ou resumido, respeitando as medidas de bobina ou de papel A4 presentes no Manual de Orientação

  • Pode ser impresso em papel de baixa durabilidade, desde que respeitado o prazo vigente em legislação

Todos os detalhes de campos e leiaute de impressão podem ser consultados no Manual de Orientação.

Contingência

A emissão do SAT pode ser prejudicada por dois motivos: Problemas de conectividade com a internet ou servidores do fisco instáveis ou offline.
A contingência do modelo operacional do SAT é feita no próprio hardware do equipamento. Ao identificar alguma falha de rede ou problema nos servidores do fisco, o equipamento vira a chave para emissão em contingência e passa a armazenar todos os documentos fiscais na sua memória até que os problemas forem corrigidos.
Ao detectar um retorno na conectividade, o equipamento faz o envio e autorização de todos os arquivos XML pendentes.

Por que o Componente SAT TecnoSpeed?

  • Integração única e simplificada com diversos equipamentos de diferentes fabricantes;

  • Garantia de atualizações com novos equipamentos e legislação;

  • Impressão facilitada;

  • Suporte especializado para desenvolvedores de software;

  • Redução no tempo de integração;

  • Facilidade na configuração dos equipamentos;

  • Logs de comunicação detalhados;

  • Tratamento de retornos;

Requisitos do Sistema e Centro de Downloads

Faça o download da versão Trial do Componente SAT e confira todos os benefícios que ele trará para sua empresa:

 

Requisitos Mínimos

Computador com Sistema Operacional Microsoft Windows 32 bits (Recomendado Vista ou Seven)

Acesso à internet (preferencialmente Banda Larga)

Certificado Digital A1 ou A3

Contato, Investimentos e Canais de Atendimento

Entre em contato conosco e descubra um novo universo para sua empresa:

Solicite uma proposta.